Investigadora Raquel Varela foi entrevistada por jornalistas da Imprensa Estrangeira em Portugal | Foto: AIEP/Divulgação

Jornalistas da AIEP entrevistam historiadora Raquel Varela

Jornalistas da AIEP (Associação da Imprensa Estrangeira e Portugal) entrevistaram a historiadora portuguesa Raquel Varela, uma das maiores especialistas do país em termos de contexto europeu.

Investigadora do Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa e do Instituto Internacional de História Social, em Amesterdão, Varela respondeu a perguntas dos correspondentes sobre o panorama de Portugal e do continente no âmbito das próximas eleições para o Parlamento Europeu.

O encontro aconteceu na Sala Azul do Palácio Foz, em Lisboa, na tarde de 7 de maio.

Candidato do PS às europeias, Pedro Marques foi entrevistado por correspondentes estrangeiros em Portugal | Foto: AIEP/Divulgação

Correspondentes entrevistam Pedro Marques, cabeça de lista do PS…

Um grupo de jornalistas da AIEP (Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal) entrevistou o ex-ministro Pedro Marques, cabeça de lista do Partido Socialista às eleições europeias.

Também candidata o Parlamento Europeu e quarta na lista do PS, Margarida Marques também conversou com os correspondentes.

A dupla falou sobre a integração portuguesa na União Europeia, os projetos para a próxima composição do Parlamento Europeu e ainda a situação da política nacional e a quase demissão do primeiro-ministro António Costa.

Candidatos ao Parlamento Europeu pelo PS foram entrevistados pelos jornalistas da AIEP | Foto: AIEP/Divulgação
Candidatos ao Parlamento Europeu pelo PS foram entrevistados pelos jornalistas da AIEP | Foto: AIEP/Divulgação

O encontro ocorreu na tarde de terça (07/05), na Sala Azul do Palácio Foz, em Lisboa.

Correspondentes da AIEP encontram-se com a jornalista Carolina Reis

A jornalista Carolinas Reis, principal responsável pela cobertura de temas fracturantes no semanário “Expresso”, reuniu-se com sócios da Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal para uma conversa sobre seu trabalho e o estado da comunicação social em Portugal.

O encontro faz parte de uma série almoços informais que os correspondentes internacionais têm com representantes de órgãos da comunicação social portuguesa: uma forma de compartilhar experiências e vivências no fazer jornalístico.

O ministro Mário Centeno recebe o prémio Personalidade do Ano 2018 das mãos do jornalista Mario Dujisin, fundador da AIEP | Foto: Horacio Villalobos

Mário Centeno recebe prémio de personalidade do ano da…

O ministro das Finanças e presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, acaba de receber a láurea de personalidade do ano/prémio Martha de la Cal de 2018 da AIEP (Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal).

A cerimónia aconteceu no Palácio Foz, em Lisboa, na quinta-feira (31/01).

A placa comemorativa foi entregue a Centeno pelo experiente jornalista Mario Dujisin, fundador da AIEP e ex-presidente da associação.

Antes de passar a palavra a Mário Centeno, o presidente da AIEP, Levi Fernandes, reforçou as características que levaram os jornalistas internacionais, após intenso debate, a escolherem o nome do ministro como personalidade de 2018.

“Enquanto presidente do Eurogrupo,  Mário Centeno ocupa um cargo internacional de relevo, com uma forte projeção internacional, e que colocou o nome de Portugal em muitas reportagens na imprensa estrangeira”, explicou.

Ao aceitar o prémio, Centeno agradeceu ao trabalho dos jornalistas e aproveitou para falar da economia portuguesa.

“Hoje podemos dizer que Portugal cresce acima da média da União Europeia, algo que não acontecia há muitos anos, mas não nos devemos esquecer de uma coisa. Sou economista, e ninguém descobriu o elixir do crescimento eterno. Todo o processo de crescimento económico é, fazendo uma analogia com a atividade desportiva, uma maratona, não é uma corrida de cem metros”, afirmou.

Sobre o prémio

O prémio personalidade do ano/Martha de la Cal é atribuído anualmente desde 1990 para a personalidade que mais contribui para a promoção de Portugal no exterior.

A láurea foi batizada em homenagem à jornalista Martha de la Cal, da revista “Time”, uma das fundadoras da AIEP e profissional fundamental no relato da realidade portuguesa no exterior.

Neste ano, participaram da escolha quase 60 jornalistas de 15 nacionalidades.

Jornalistas estrangeiros visitam fábricas da Nestlá em Portugal

Imprensa estrangeira visita fábricas da Nestlé em Portugal

Um grupo de jornalistas da AIEP (Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal) viajou até o Norte de Portugal para conhecer duas das fábricas da Nestlé.

Na primeira paragem, no Porto, os correspondentes puderam conhecer as instalações onde é processado o café torrado da empresa em Portugal, com marcas como a Tofa, Christina, Sical, Buondi e Nescafé.

Jornalistas estrangeiros visitam fábricas da Nestlá em Portugal
Jornalistas estrangeiros visitam fábricas da Nestlá em Portugal

Em seguida, o grupo partiu para a fábrica multiproduto de Avanca, onde são produzidos cereais como Ceralac e Estrelitas.

O principal negócio da Nestlé em Portugal é o café, que pesa cerca de 45% do valor gerado pela empresa.

Jornalistas estrangeiros visitam fábricas da Nestlá em Portugal
Jornalistas estrangeiros visitam fábricas da Nestlá em Portugal

Correspondentes acompanham os 113 anos da livraria Lello

Jornalistas da AIEP (Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal) viajaram até o Porto para acompanhar as celebrações dos 113 anos de fundação da livraria Lello.

Considerada uma livrarias mais bonitas do mundo, a Lello é um caso também de sucesso no mundo editorial.

Desde que passou a cobrar entrada para visitar suas instalações –5 euros, que podem ser usados como vale na compra de livros–, a Lello se tornou campeã na venda de livros em Portugal.

Em 2017, foram cerca de 1,2 milhão de visitantes. Quase 40% dos que passam pela loja acabam levando algum livro, o que significa cerca de 1.300 livros vendidos por dia.

Leitores fizeram fila para aproveitar a entrada gratuita na Lello
Leitores fizeram fila para aproveitar a entrada gratuita na Lello

Por ocasião do aniversário de 113 anos, a livraria organizou uma grande festa, que contou com a presença de autoridades, jornalista e, claro, do público. No domingo, 13 de janeiro, a entrada foi gratuita.

Na ocasião, a Lello também anunciou uma oferta pública de aquisição para três obras. A livraria está disposta a pagar 250 mil euros para comprar um exemplar da primeira edição de “Os Lusíadas”, de Luís de Camões.

A livraria também oferece 70 mil euros por um livro da primeira edição, em inglês, de “Harry Potter e a Pedra Filosofal”, de J.K. Rowlling, e 1.500  euros por primeira edição da “Gazeta da Restauração”, primeiro jornal do reino português, publicado em 1641.

Atores vestidos como personagens do universo literário fizeram a festa dos visitantes
Atores vestidos como personagens do universo literário fizeram a festa dos visitantes
Correspondentes em Portugal encontram-se com Marcelo Rebelo de Sousa em dezembro de 2019 | Foto: Divulgação/Presidência da República

AIEP encerra 2018 em jantar com o Presidente da…

A AIEP (Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal) teve como seu último compromisso de 2018 um jantar com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

O encontro aconteceu em 19 de dezembro no restaurante do Grémio Literário, em Lisboa.

Na ocasião, o chefe de Estado português destacou o papel da imprensa nas sociedades democráticas e fez um balanço do ano em Portugal.

Ao fim do jantar, Marcelo Rebelo de Sousa assinou o livro de honra da AIEP.

Marcelo Rebelo de Sousa assina o livro de honra da AIEP
Mario Centeno | Foto: Horacio Villalobos

Mário Centeno é a personalidade de 2018 para a…

A Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal (AIEP) escolheu Mário Centeno como personalidade do ano/Prémio Martha de la Cal de 2018.

Os correspondentes estrangeiros atribuíram o prémio ao ministro das Finanças português, que se destacou na imprensa internacional depois da sua chegada, no inicio do ano, à presidência do Eurogrupo.

O Prémio Personalidade do Ano/Martha de la Cal tem como objetivo distinguir a pessoa ou a instituição que mais contribuiu para promover a imagem do país no estrangeiro durante o ano.

A distinção, criada em 1990, é atribuída anualmente, após uma eleição dos 60 jornalistas estrangeiros acreditados e inscritos na Associação.

Apresentado na imprensa internacional como “O Ronaldo das Finanças”, Mário Centeno foi saudado como o primeiro líder do grupo de ministros das Finanças da zona euro com origem no Sul da Europa, em particular de um país que foi alvo de um programa de resgate financeiro.

“Para os correspondentes, Mario Centeno –enquanto presidente do Eurogrupo, um cargo internacional de relevo, com uma forte projeção internacional e que colocou o nome de Portugal em muitas reportagens na imprensa estrangeira–,  enquadra-se perfeitamente nos critérios do prémio”, explica o presidente da AIEP, Levi Fernandes.

O anúncio do 29° prémio da AIEP, que será entregue numa cerimónia no início de 2019, foi feito durante o tradicional encontro de final de ano da imprensa estrangeira, que aconteceu nesta terça-feira, 11 de dezembro no Palácio Foz, em Lisboa.

Em edições anteriores, o prémio já foi entregue a empresários, políticos, artistas, desportistas e instituições. Entre os escolhidos
estão nomes como o escritor José Saramago, a fadista Mariza, os Capitães de Abril, o antigo presidente Mário Soares, o futebolista Cristiano Ronaldo e o secretário-geral da ONU, António Guterres.

No ano passado, o prémio foi entregue aos irmãos Luísa e Salvador Sobral, vencedor do Festival da Eurovisão.

O prémio dos correspondentes é denominado Martha de La Cal (1927-2011) como homenagem à jornalista norte-americana que trabalhou durante vários anos em Portugal para a revista Time. Foi uma das fundadoras da Associação da imprensa estrangeira, que comemora em 2018 os seus 40 anos de criação.

Jornalistas da AIEP entrevistam António Costa após reabertura sala…

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, juntou-se aos correspondentes internacionais no evento de reabertura oficial da sala da imprensa estrangeira no Palácio Foz, na tarde de 30 de novembro.

Parte fundamental da história do jornalismo em Portugal há quase 50 anos, a sala da imprensa passou por um profundo processo de reforma e modernização.

António Costa e o presidente da AIEP, Levi Fernandes, na reabertura da sala da imprensa| Foto: Horácio Vilallobos
António Costa e o presidente da AIEP, Levi Fernandes, na reabertura da sala da imprensa| Foto: Horácio Vilallobos

 

Jornalistas da AIEP conversam com António Costa | Foto: Horacio Villalobos

O primeiro-ministro recebeu, simbolicamente, um cartão de acesso à sala da imprensa | Foto: Horácio Vilallobos

Após a confraternização, o chefe de governo português concedeu uma conferência de imprensa exclusiva aos media estrangeiros, onde abordou desde o Orçamento de Estado, aprovado mais cedo naquele mesmo dia, até a participação de capital chinês na economia portuguesa.

Coletiva de imprensa aconteceu na sala dos espelhos do Palácio Foz | Foto: Horacio Villalobos
Conferência de imprensa aconteceu na sala dos espelhos do Palácio Foz | Foto: Horacio Villalobos

 

Jornalistas da AIEP entrevistam António Costa | Foto: Paulo Vaz Henriques/GPM
Jornalistas da AIEP entrevistam António Costa | Foto: Paulo Vaz Henriques/GPM

 

Ao fim do encontro, António Costa assinou o livro de honra da AIEP (Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal).

Primeiro-ministro assinou o livro de honra da AIEP | Foto: Horacio Villalobos
Primeiro-ministro assinou o livro de honra da AIEP | Foto: Horacio Villalobos

Seminário debate papel do correspondente internacional em Portugal e…

Como parte das celebrações de seus 40 anos, a AIEP (Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal) promove um seminário em que jornalistas de diversas nacionalidades discutirão o papel do correspondente internacional em Portugal e no mundo.

Além de nomes históricos da imprensa estrangeira em Portugal, como os jornalistas Mario Dujisin, fundador da AIEP, e Ramon Font, um de seus mais icónicos ex-presidentes, profissionais veteranos dos media lusos, como Paulo Dentinho (RTP) e Nicolau Santos (presidente da Agência Lusa) também se juntarão à conversa.

O encontro acontece das 10h às 13h no Executive Hall, Auditório EOO8, da Nova SBE em Carcavelos.

O evento é gratuito e aberto ao público.

Para mais informações, escreva para rsvp@aiep.eu

 

PROGRAMA

10h00 Apresentação
Levi Fernandes, AFP, presidente da AIEP

10h15 Portugal em cada notícia: os desafios de falar daqui para o resto do mundo

– Mario Dujisin (Chile ), fundador da AIEP
– Alison Roberts (Reino Unido), ex-presidente AIEP
– Ramon Font (Espanha), fundador AIEP
– Eva Henningsen (Dinamarca), ex-presidente da AIEP
Moderação: Paul Ames, (Reino Unido)

11h15 Além dos clichês: a nova imagem de Portugal no exterior

– Horacio Villalobos (Argentina), fotojornalista Corbis/Getty
– Leonardo Monteiro (Brasil), correspondente TV Globo
– Patricia Moreira, (Portugal) fotojornalista freelancer
Moderação: Giuliana Miranda (Brasil), Folha de S.Paulo

12h15 Há futuro para os correspondentes e o jornalismo internacional?

– Paulo Dentinho, ex-diretor de informação da RTP
– Nicolau Santos, presidente da Agência Lusa
Moderação: Miguel Szymanski, (Alemanha)