Correspondentes acompanham os 113 anos da livraria Lello

Jornalistas da AIEP (Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal) viajaram até o Porto para acompanhar as celebrações dos 113 anos de fundação da livraria Lello.

Considerada uma livrarias mais bonitas do mundo, a Lello é um caso também de sucesso no mundo editorial.

Desde que passou a cobrar entrada para visitar suas instalações –5 euros, que podem ser usados como vale na compra de livros–, a Lello se tornou campeã na venda de livros em Portugal.

Em 2017, foram cerca de 1,2 milhão de visitantes. Quase 40% dos que passam pela loja acabam levando algum livro, o que significa cerca de 1.300 livros vendidos por dia.

Leitores fizeram fila para aproveitar a entrada gratuita na Lello
Leitores fizeram fila para aproveitar a entrada gratuita na Lello

Por ocasião do aniversário de 113 anos, a livraria organizou uma grande festa, que contou com a presença de autoridades, jornalista e, claro, do público. No domingo, 13 de janeiro, a entrada foi gratuita.

Na ocasião, a Lello também anunciou uma oferta pública de aquisição para três obras. A livraria está disposta a pagar 250 mil euros para comprar um exemplar da primeira edição de “Os Lusíadas”, de Luís de Camões.

A livraria também oferece 70 mil euros por um livro da primeira edição, em inglês, de “Harry Potter e a Pedra Filosofal”, de J.K. Rowlling, e 1.500  euros por primeira edição da “Gazeta da Restauração”, primeiro jornal do reino português, publicado em 1641.

Atores vestidos como personagens do universo literário fizeram a festa dos visitantes
Atores vestidos como personagens do universo literário fizeram a festa dos visitantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *